O amor não me dá o direito de invadir o seu mundo…
…mesmo que a “intenção” seja reflorestá-lo…

O amor não me dá o direito de invadir as suas guerras…
…mesmo que a “intenção” seja protege-lo…

O amor não me dá o direito de invadir os seus sonhos…
…mesmo que a “intenção” seja realiza-los…

O AMOR não me dá o direito de “invasões”…
…mesmo quando a “intenção” seja somente ama-lo mais…

Lucivone Melo

INTENÇÕES – Por: Lucivone Melo
Classificado como:    

Deixe uma resposta